COMBATE À PIRATARIA

Quando alguém faz, compra ou usa uma cópia não autorizada de um livro, está furtando o produto de anos de trabalho do autor, que envolve pesquisa extensa, criação, organização, ilustração, discussão e revisão com especialistas, além de reflexão, discernimento e experiência pra fazer a curadoria do conhecimento médico e selecionar, organizar, escrever e reescrever muitas vezes até que o resultado final seja um conjunto de informações práticas, atualizadas, fáceis de encontrar, ler, entender e aplicar na prática diária do médico.

Na Blackbook Editora, os custos dessa produção intelectual, editorial e gráfica são financiados exclusivamente pela venda do livro pois não temos nenhum conflito de interesse com a indústria farmacêutica ou de equipamentos.

Quem produz, vende, compra ou usa uma cópia pirata (digital ou impressa) está cometendo um crime federal previsto nos artigos 28 e 29 da Lei 9610/98 e carregando consigo a prova do crime.

A Blackbook, como todas as outras editoras médicas, apesar de muito interessada em disponibilizar seus produtos na forma digital, só poderá fazer isso quando houver uma forma segura de evitar a perda da maior parte de seu faturamento com cópias ilegais. Estamos trabalhando na busca da melhor solução mas, por enquanto, não temos versão digital à venda e qualquer profissional que estiver usando uma cópia digital ou xerox está cometendo crime e comprometendo sua imagem diante dos colegas e clientes.

Se você, como nós, acredita que não existe honestidade pela metade e entende como a pirataria é nociva à produção intelectual, ajude-nos a combatê-la comunicando os casos que tiver notícia pelo telefone 0800-709-2227 ou pelo e-mail contato@blackbook.com.br para que possamos tomar as providências previstas pela lei.

 

Cobertura da mídia